Pular para o conteúdo
Início » Pães » Aprenda a fazer Fermento de Cristo, um fermento líquido caseiro que deixa os pães divinos!

Aprenda a fazer Fermento de Cristo, um fermento líquido caseiro que deixa os pães divinos!

Reza a lenda que o fermento de Cristo quando feito deve ser dividido em 3 partes iguais. Nesse sentido, a primeira parte deve ser usada para fazer o pão, a segunda parte é a reforma para o próximo, e a terceira parte deve-se presentear os amigos para o ciclo não acabar!

O fermento de Cristo ou fermento de litro, como também é conhecido, é um tipo de fermento natural líquido e pode ser utilizado em qualquer receita de pão.

- Continua após Publicidade -

São etapas muito simples até iniciar o processo de fermentação, mas é necessário ter um pouquinho de paciência já que o processo todo leva alguns dias. No final da receita vou deixar certinho a indicação de como utilizar o fermento de Cristo no lugar do fermento biológico 😉

Fermento de Cristo
Fermento de Cristo

Como fazer fermento de Cristo

INGREDIENTES

  • 100g de farinha de trigo
  • 50g de açúcar
  • 1 colher de chá de sal
  • 600ml de água filtrada ou mineral morna

UTENSÍLIOS: Recipientes de vidro ou plástico com tampa com capacidade de 1 e 2 litros. Pode usar garrafa PET!

- Continua após Publicidade -

MODO DE PREPARO

Etapa 1

  1. Em um recipiente misture todos os ingredientes, na ordem em que aparecem na receita, mexa até dissolver tudo por completo.
  2. Com auxílio de um funil, transfira a mistura para uma garrafa PET de 2 litros e feche bem.
  3. Deixe descansar por 5 a 7 dias em local escuro, dentro de um armário sem mexer.
  4. Dica: Para saber o tempo certo de descanso, toda a farinha deve estar flutuando na água.
  5. Essa é a hora de mexer, se não for mexida agora corre o risco do recipiente de plástico estourar pela pressão!
  6. Dica: Note que o recipiente estará bem rígido por causa da pressão de ar no interior.

Etapa 2

  1. Em um recipiente de vidro grande coloque os ingredientes novamente (100g de farinha de trigo, 50g de açúcar, 1 colher (chá) de sal).
  2. Balance a garrafa PET para misturar o líquido com a farinha fermentada.
  3. Abra a garrafa com cuidado e despeje no recipiente com os ingredientes secos, misture até dissolver bem.
  4. Em seguida adicione os 600ml de água morna e misture.
  5. Cubra o recipiente com plástico filme e deixe descansar em local seco, quente e sem correntes de ar frio.
  6. Deixe descansar até que a fermentação aconteça novamente e a farinha de trigo comece a flutuar.

Etapa 3

  1. No dia seguinte retire o plástico filme, misture bem o líquido com a farinha fermentada e divida-o em 3 partes iguais (400ml cada).
  2. Transfira o líquido para potes de vidro.
  3. O 1° vai para geladeira e será doado, o 2° vai para geladeira e será a sua isca para ser usado em outro dia e o 3° você já pode usar para fazer seu pão.
  4. Dica: Os potes devem ficar fechados, porém não force muito a tampa para não gerar pressão demais dentro do pote ao longo dos dias!

COMO USAR O FERMENTO DE CRISTO?

Você só precisa substituir 1 xícara do líquido de sua receita, e no lugar adicionar o fermento de Cristo. Além disso, não se esqueça de retirar o fermento (biológico) da receita ok?!

Aproveite para participar do nosso grupo no whatsapp e receber receitas exclusivas diariamente! Além de ser grátis, você vê nosso conteúdo novo em primeira mão ENTRE NO GRUPO AQUI!

- Continua após Publicidade -

4 comentários em “Aprenda a fazer Fermento de Cristo, um fermento líquido caseiro que deixa os pães divinos!”

  1. Só uma dúvida, esse segundo pote de fermento pra usar para o próximo pão, qto tempo pode ficar na geladeira sem uso, ou seja, qual o prazo de validade dele?
    Grata
    Cidinha Gaglioti

    1. Oi Cidinha! O restante do fermento deve ser mantido na geladeira até o próximo uso, aconselho 1 semana. Sempre que for usar, reforme novamente e se ficou por mais de 1 semana sem usar, recomendo fazer 2 reformas antes de usar no próximo pão 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *